Detalhe do Procedimento

Abdominoplastia

  • Siga-nos:

O abdome após gestações, oscilações de peso e envelhecimento pode tornar-se abaulado e com redundância de tecido cutâneo e subcutâneo. A abdominoplastia é a cirurgia para a remoção deste excesso de gordura e pele abdominal com reforço da musculatura abdominal buscando a restauração da forma original. Novas oscilações de peso após a cirurgia de abdominoplastia podem prejudicar o resultado. Por isso indica-se uma estabilização prévia do peso antes da realização da cirurgia. No caso de mulheres que ainda almejem novas gestações o ideal é adiar a cirurgia ou terão os resultados comprometidos devido à gestação que afrouxará novamente a pele e os músculos.


A abdominoplastia não tem como objetivo a perda de peso e sim dar forma ao abdômen que sofreu alterações e perdeu seu contorno natural. A remoção das estrias abaixo do umbigo acontece naturalmente, quando ela está junto ao excesso de pele a ser retirado, sendo uma consequência e não uma indicação da cirurgia.

A cirurgia do abdome ajuda na conquista de um corpo mais firme e bonito. Os seus resultados perduram se forem associados a uma alimentação adequada e exercícios físicos.


Técnica Cirúrgica


A parede abdominal é formada de pele, tecido gorduroso e musculatura. Cada abdominoplastia é minuciosamente planejada analisando-se o formato geral do corpo.  É realizada uma incisão horizontal acima dos pelos pubianos. Através dela o cirurgião tem acesso aos músculos abdominais, que podem ser aproximados, caso estejam afastados, deixando a parede abdominal mais firme. O tecido flácido que cobre o músculo abdominal é puxado para baixo e removido, deixando o abdome firme e bonito.


O umbigo é reposicionado em seu local original, através de um novo orifício, cuja a incisão fica escondida na própria cicatriz umbilical. O tamanho da cicatriz será determinado pelo grau de flacidez do abdome. Quando o paciente apresenta pouco excesso de pele o tamanho da incisão é menor, muito parecida com o tamanho da cesária, técnica conhecida como mini-abdominoplastia. Já nos casos em que há grande flacidez de pele, a cicatriz é maior, porém fica escondida na marca dos  trajes de banho. O uso de dreno pode ser necessário para remoção de líquidos que se formam abaixo da pele, facilitando a cicatrização e promovendo uma recuperação mais rápida. O dreno é retirado nos dias seguintes à cirurgia conforme cada caso.


A lipoaspiração é muitas vezes associada à abdominoplastia para retirar a gordura localizada do abdome e flancos, proporcionando assim um melhor contorno corporal. As cicatrizes amadurecem e vão ficando menos visíveis com o passar do tempo, podendo levar alguns meses para o resultado final. A Cirurgia Plástica é um dos caminhos para conquistar mais auto-confiança e melhorar sua qualidade de vida.